Brasileiros que vivem no exterior podem morrer pobres

Casa com consórcioVocê sabia que estudos recentes tem demonstrado que cerca de 80% dos brasileiros que vivem em outros países não conseguem formar patrimônio nem nos países onde moram, nem no Brasil?

A consequência disto é que o tempo e a idade tem sido desfavoráveis a estes, porque o regime de previdência dos países onde moram, via de regra, não incorporam os brasileiros. Tampouco a previdência brasileira os abraça.

Outro fator relevante é que a velhice chega para todos. Quando a capacidade de trabalhar diminui ou acaba, os brasileiros acabam voltando para o Brasil onde tem muita dificuldade para se aposentar, e quando o fazem, se aposentam com valor muito baixo, consequência dos anos que não contribuíram.

Estes brasileiros que não formaram seu patrimônio em tempo, estão condenados a viver uma velhice de pobreza e abandono..

Simule aqui seu investimento em imóveis.

Mas porque isto acontece? Muito se dá pelo mal costume dos brasileiros de não se prepararem para o futuro. Sabemos que o custo de vida em alguns países reduz a capacidade de poupança. Isto somado aos costumes do povo brasileiro torna sua capacidade de economizar quase nula.

Sabe aquela história de que o brasileiro só consegue patrimônio se tiver uma conta para pagar? Bem, é mais ou menos por aí que a banda tem tocado.

Mesmo quando se consegue enviar dinheiro para o Brasil, ainda temos dificuldade, pois dependemos de vários fatores.

Enfim, como se pode contornar esta situação?

Um caminho muito promissor é a aquisição de patrimônio através de cartas de crédito, o famoso e seguro sistema de consórcio.

Com ele você pode programar a compra de seu imóvel com tranquilidade, aproveitando a supervalorização do Dolar e do Euro.

Ter um imóvel para muitas pessoas parece um sonho distante, mas não para o brasileiro que hoje vive no exterior, com a boa notícia da valorização do dólar e euro, agora é possível investir bem e acertar!

Achou interessante? Leia também artigo sobre como investir em imóveis estando em outros países

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *